Colocado Thursday, 26 September, 2013 por Portugal Motorsport

Share Share Share

Rampa da Penha I - 049Com 43 inscritos e apenas com o título absoluto já virtualmente entregue a Tiago Reis, quase tudo se vai decidir, numa prova que certamente será marcada pela chuva.

 

 

Depois de sete provas marcadas por piso seco e tantas vezes por muito calor, eis que chegamos à última prova do ano e a chuva anuncia a sua presença, para baralhar e trazer um novo interesse à última prova do ano.

 

 

Se é certo que o título de Campeão de Portugal de Montanha é já virtualmente detido por Tiago Reis, é certo que nas restantes categorias está tudo em aberto e com diferenças pontuais mínimas.

 

 

Portanto, a Rampa da Penha será o palco de quase todas as decisões. Mas neste panorama a chuva acrescenta um novo  factor de incerteza.

 

 

O tipo de traçado, aliado ao piso escorregadio, pode ajudar a nivelar as normais diferenças de potência. Alem disso, um carro de tracção integral poderá fazer resultados surpreendentes.

 

 

Categoria 1

 

António Nogueira vai para Guimarães com possibilidade de obter a pontuação máxima, pois os três inscritos na classe permitem-lhe, com os factores de compensação de pontuações, pontuar em pleno.

 

Joaquim Teixeira, está também na luta pelo título e se é certo que António Nogueira tem dominado com o Porsche, é também certo que a tracção dianteira do Seat Leon Supercopa pode ser menos prejudicada pela chuva.

 

Numa classe que tem sido dominada pelo equilíbrio de andamentos e na qual, desde o Caramulo, há novos protagonistas, será igualmente interessante assistir ao desempenho de Manuel Pereira, que tão boa conta de si deu com o Mitsubishi Lancer Evo VI.

 

Os carros de tracção integral, como o Lancer, poderão estar como “peixa na água”, neste traçado, ainda por cima molhado, se se concretizarem as previsões dos homens da meteorologia. As lutas de Miguel Ferreira da Silva e dos irmãos Herlander e Nelson Trindade,  deverão ter neste traçado uma nova dimensão.

 

Dentro desta categoria temos ainda o Troféu Nacional de Baixa Cilindrada de Montanha, comandado por Ivan Vlasov.

 

 

Categoria 2

 

Pedro Salvador poderá ter a vida facilitada, tanto mais que Tiago Reis não está inscrito na última prova do Campeonato. Assim, em termos de classificação na classe e certamente na geral, a oposição vai chegar dos irmãos Paulo e Rui Ramalho.

 

 

Categorias 3 e 4

 

Nos clássicos será interessante de assistir ao duelo de sempre ao longo desta época. José Pedro Gomes e Aníbal Rolo encontram-se pela última vez em 2014 e certamente que nenhum vai querer ficar atrás. Isto no que diz respeito à Categoria 3.

 

Na Categoria 4 será interessante assistir ao desempenho de José Artur Teixeira, ao volante do Mini, pois já provou ser capaz de ser rápido e o piso molhado que se prevê, pode ser benéfico. Quanto a Francisco Marrão vai estar, certamente, empenhado em defender as pontuações até agora conseguidas.

 

 

Acções paralelas

 

O Porsche de Carlos Torres  e o Alfa 156 GTA de Martine Pereira vão estar expostos no  Guimarães Shopping, na quarta e quinta-feira. Uma forma de levar dois dos mais espectaculares carros do parque automóvel nacional até ao público e, espera-se, mais público até à Rampa.

 

A Rampa da Penha é organizada pelo DEMOPORTO – Clube de Desporto Motorizados do Porto e vai ser disputada no próximo Sábado, dia 28.

   
Categorias | Destaque, Montanha, Montanha-Noticias, O Portugal Motorsport, Portugal Motorsport, PortugalMotorsport-Noticias

Share Share