Colocado Monday, 21 October, 2013 por Portugal Motorsport

Share Share Share

Joaquim TeixeiraJOAQUIM TEIXEIRA, PRESIDENTE DA APPAM, FAZ O BALANÇO DO CAMPEONATO NACIONAL DE MONTANHA 2013

 

 

No próximo dia 26 de Outubro realiza-se uma Assembleia Geral Extraordinária, onde já está confirmada a presença de cerca de 30 associados, para analisar a época do CPM 2013, e do trabalho desenvolvido pela Direcção da APPAM, e propostas a apresentar à FPAK, sobre regulamentação, calendários e promoção.

 

 

O presidente da APPAM, Joaquim Teixeira acedeu a fazer o balanço da época que agora terminou, e das várias vertentes do trabalho desenvolvido pela Associação.

 

 

No início de 2013 dissemos que iríamos abraçar um novo projecto de dinamização e promoção do CPM.

 

 

Concluído o Campeonato é hora de a direcção da APPAM fazer o primeiro balanço da actividade do ano de 2013. A nível de associados aumentámos o número de 36 para 53. Reunimos com todos os Clubes Organizadores das provas do CPM e com todos eles conseguimos estabelecer um acordo que pudesse beneficiar os nossos associados, a nível de redução de valor da inscrição, mas também a nível de condições proporcionadas durante as provas, quer no aspecto logístico como a nível de segurança.

 

 

Conseguimos em parceria com o nosso promotor a empresa COMPLETA MENTE, e com o nosso patrocinador oficial a BOMPISO promover o Campeonato Portugal de Montanha em vários canais de televisão como a RTP2 e RTP informação, SPORTV, SIC Notícias, TVI 24, o Porto Canal, Local Visão, Regiões TV e a BOLA TV, conseguindo divulgar as imagens das nossas provas garantindo assim o retorno dos nossos patrocinadores que viram a imagem das suas empresas divulgadas a nível nacional.

 

 

Também a nível da comunicação escrita “conseguimos reportagens de várias páginas nas revistas Auto Foco, Auto Hoje, Expomotor, e o Jornal AutoSport, além de mais de 150 meios de comunicação de carácter nacional e regional, podendo deixar de realçar o trabalho que desde sempre e muito particularmente este ano, foi desenvolvido juntamente com os meios de comunicação suportados na Web.

 

 

Negociamos com a FPAK propostas para melhorar e tornar mais competitivo o CPM, e acho que conseguimos, atendendo que segundo os dados estatísticos o Campeonato Portugal de Montanha foi o campeonato que teve mais concorrentes, com uma média de 30 pilotos por prova, mais público, cerca de 200.000 espectadores o que dá uma média de 25.000 pessoas por prova.

 

 

Divulgamos as provas, as entrevistas, os resultados, as iniciativas e as provas na internet através do site (www.campeonatomontanha.com), Youtube e Facebook do CPM.

 

 

Conseguimos dinamizar as provas com diversas iniciativas, de promoção do patrocinador do CPM e dos pilotos, com sessões de autógrafos, e exposição de viaturas em vários locais das provas.

 

 

Conseguimos, como nos propusemos inicialmente, dar visibilidade à APPAM e notamos que em cada dia a APPAM passou a ter mais credibilidade e o reconhecimento de uma associação com objectivos bem definidos, que sempre se pautou pela defesa dos interesses colectivos em detrimento dos particulares e nesse aspecto a união de todos os associados é de enaltecer, porque mesmo em momentos de tensão onde foi necessário tomar posições sempre colocaram à frente a defesa do colectivo mesmo que individualmente fossem prejudicados, por tudo isto tenho de deixar aqui um reconhecimento público a todos os nossos associados.

 

 

Sei que nem tudo foi perfeito e que muito ainda está por fazer, mas acho que valeu a pena o sacrifico que os elementos da direcção tiveram de fazer, quer em disponibilidade, quer em deslocações para resolver todos os assuntos, porque acho que felizmente, em grande parte, foram resolvidos com benefício para a APPAM.

 

 

Um dos pontos que não conseguimos foi incentivar a participação dos mais novos no troféu de promoção 1300, no Troféu de Baixa Cilindrada de Clássicos, e no Troféu de Clássicos, que ficou muito aquém do que era desejável.

 

 

Por outro lado tivemos novos pilotos a aderir a este campeonato, que gostaram de o disputar e que têm intenção de repetir em 2014.

 

 

É claro que vai ser necessário fazer algumas alterações que permitam dinamizar e melhorar este campeonato, porque quanto maior for a divulgação e visibilidade melhor para todos os pilotos que nele participam.

 

 

Em 2014 vamos ter de analisar tudo o que não correu como pretendíamos, quer a nível de regulamentação do campeonato, quer na promoção, quer ainda na adesão de novos pilotos a este projecto.

 

 

No primeiro trimestre de 2014 vamos realizar a Assembleia Geral, onde vamos ter de apresentar o Plano de Actividades, e o Orçamento para 2014. Temos ainda de eleger os novos Órgãos Sociais para a APPAM, e espero que nessa altura apareçam associados com novas ideias e novos projectos para formar uma nova direcção que dinamize a associação, pois acho que está na altura de eu passar a presidência a um colega que possa fazer muito melhor do que eu consegui durante o meu mandato, e tenho a certeza que felizmente existem vários associados com esse perfil.

 

 

A direcção da APPAM já oficializou o pedido à FPAK do agendamento de uma reunião entre as direcções para se analisar o CPM 2014

   
Categorias | Destaque, Montanha, Montanha-Noticias, Portugal Motorsport, PortugalMotorsport-Noticias

Share Share