Colocado Saturday, 28 June, 2014 por Portugal Motorsport

Share Share Share

BAJA TT OLEIROS - PROENÇA-A-NOVA - MAÇÃO 2014Emoção foi coisa que não faltou na Baja TT Oleiros – Proença-a-Nova – Mação, prova brilhantemente organizada pela Escuderia Castelo Branco. Ricardo Porém foi o mais forte nos automóveis, mas não evitou um susto,  terminando à frente de Rómulo Branco e comandando agora com mais à vontade o Campeonato, à frente do luso-angolano e de Miguel Barbosa.

Seria difícil pedir que a Baja TT Oleiros – Proença-a-Nova – Mação tivesse mais motivos de interesse e que prendesse o público atento até aos derradeiros metros. Nos automóveis, depois do prólogo de ontem esperava-se uma intensa batalha entre Ricardo Porém e Miguel Barbosa. E ao longo da manhã a expectativa foi confirmada em absoluto. Os dois primeiros entraram ao ataque e rapidamente se afastaram de toda a concorrência e discutiam a liderança ao segundo. Após a passagem pelos primeiros 159,27kms Porém tinha ganho sete segundos a Barbosa, colocando a diferença entre os dois nuns magros 15 segundos.

 Rómulo Branco era um tranquilo terceiro, mas já a mais de três minutos da frente e beneficiava dos problemas de quem vinha atrás de si. João Ramos, em ano de regresso ao Nacional de TT, ficava pelo caminho sem direção assistida no Toyota Rav4, José Mendes tinha problemas de turbo, João Cardoso abandonou com problemas de transmissão e Nuno Tordo, um dos candidatos entre os T2, desistiu com problemas de embraiagem assim, ao final da manhã Alexandre Franco era o melhor dos T2 e Mário Raposo dominava nos T8.Romulo

 

Durante a tarde sucederam-se os golpes de teatro. Primeiro foi Ricardo Porém a dar um toque logo ao quilómetro 15 e a perder muito tempo para Miguel Barbosa, que ao quilómetro 54 estava com uma vantagem de 2m26s sobre o seu adversário e parecia estar já a controlar o andamento, pois nesta altura era Rómulo Branco o mais rápido no segundo SS. Só que antes do 90º quilómetro o hexa-campeão nacional era obrigado a abandonar devido a uma fuga de combustível.

 

No entanto, a luta pela vitória não acabava aqui, porque devido ao furo, em CP2 Ricardo Porém tinha apenas 15 segundos de avanço sobre Rómulo Branco, o que deixava tudo em aberto para os últimos 42 quilómetros de prova. Só que não houve mais surpresas. O piloto do BMW aumentou a vantagem e ganhou pela segunda vez consecutiva na temporada e isolou-se na frente do campeonato. “Estou muito feliz com esta vitória, que garante a minha permanência na cabeça do Campeonato. Trata-se de um traçado fantástico, muito técnico, menos sinuoso que o ano passado, onde lutámos até final com o Rómulo, que nos deu bastante que fazer até à linha de chegada.KFOTO-472999_1280px_web

 

 

O carro portou-se bem e só apanhámos um susto quando já na segunda passagem demos um toque que nos empenou a porta. Depois defendemo-nos do Miguel, até ele ter parado e começamos a nossa luta com o Rómulo, a quem dou os parabéns pela estupenda prova que fez” disse no final o vencedor absoluto da Baja TT Oleiros – Proença-a-Nova – Mação. Rómulo Branco confirmou o segundo lugar com a Toyota Hylux e Enrique Bonafonte acabou por fechar o pódio, mas já a mais de 34 minutos da frente. Alexandre Franco manteve a vantagem na categoria T2 e Mário Raposo fez o mesmo nos T8. Nos TT Classic a vitória foi para a dupla António Laranjeira / Joana Alves.

   
Categorias | Destaque, TT, TT-Noticias

Share Share