Colocado Saturday, 28 March, 2015 por Portugal Motorsport

Share Share Share

MIGUEL BARBOSA - BAJA TT ROTA DO DOURO 2015
A dupla Miguel Barbosa/Miguel Ramalho começou a vencer a temporada de 2015 do Campeonato Nacional de Todo-o-Terreno, de novo aos comandos do Mitsubishi Racing Lancer, com o piloto do BP Ultimate Vodafone Team a dominar a prova desde os quilómetros iniciais da etapa de hoje, já que  nas duas passagens pela super especial, o domínio pertenceu à Toyota Hiluz de João Ramos / Vitor Jesus.

 

 

Naturalmente satisfeito Miguel Barbosa de novo acompanhado por Miguel Ramalho, destacou o facto de “esta ter sido uma prova magnífica, com uma organização que soube evoluir e preparar um traçado muito variado e interessante. Quanto à nossa prova tudo funcionou da forma que se pretendia, o Miguel esteve muito bem e o Mitsubishi não teve qualquer problema. Vamos ter de continuar a trabalhar para melhor a suspensão mas, para início de campeonato, estamos muito satisfeitos”.

 

 

Nuno Matos e Filipe Serra entraram bem no Campeonato Nacional de Todo-o-Terreno 2015. A formação alentejana alcançou o segundo lugar absoluto numa demonstração de rapidez e consistência, colocando-se apenas atrás de Miguel Barbosa e à frente de Pedro Grancha, que ainda apanhou um susto, depois de ter partido um veio da transmissão partido após um salto na 2ª passagem pelo Prólogo._VMO0726

 

Nuno Matos comentou assim a sua prova:

“Não podíamos desejar um resultado melhor. Depois do trabalho que fizemos durante o Inverno, estávamos entusiasmados e curiosos para validar as alterações concretizadas. Contudo, não tínhamos ideia do que isso podia valer em termos de classificação, principalmente porque sabíamos que havia várias equipas inscritas com ambição aos lugares cimeiros da classificação. O nosso andamento no prólogo deixou-nos ainda mais motivados mas sempre com os pés bem assentes na terra. Foi com essa postura que partimos para o dia de hoje e estamos extremamente contentes com o lugar obtido. Creio que era extremamente difícil pensar em subir mais. Os nossos objetivos para esta prova foram cumpridos e as expectativas da equipa superadas”.

 

Já para Pedro Grancha, tratou-se na verdade de “um bom começo, embora sem azares, pudesse ter feito um pouco melhor.  O problema que tivemos no Prólogo foi totalmente resolvido pela nossa assistência e mostrámos bom ritmo no dia de hoje, apesar de muito pó que apanhámos tanto na primeira como na segunda passagem, devido a concorrentes mais lentos. Foi pena termos furado, precisamente numa altura em que estávamos a tentar dilatar a vantagem para o Nuno Matos. Existem alguns acertos a fazer no carro, mas isso é uma situação absolutamente normal. Perante esta primeira experiência do ano, pensamos que a nossa posição será sempre dentro do pódio”, afirmou Pedro Grancha no final da Baja TT Rota do Douro.

 

P GRANCHAJoão Ramos / Vitor Jesus, foram os primeiros lideres da prova, mas um problema na direção assistida da Toyota Hilux, forçou-os a desistir:

 “É inacreditável, tudo estava a correr na perfeição, estávamos a andar muito forte, mas com muita confiança, até que de repente fiquei sem direção. A peça onde o tirante da caixa de direção liga à manga de eixo partiu e por isso fiquei com o volante solto. Verificamos mais tarde que a peça em causa apresentava defeito (conforme fotografia em anexo comprova) que não foi provocado por qualquer pancada, mas sim por material desgastado”.

 

Um dos favoritos à vitória era, sem dúvida Helder Oliveira, agora acompanhado por Nuno Rodrigues da Silva, mas a sorte não esteve do seu lado:

“Logo na ligação para o troço da manhã o carro começou a falhar. Ainda parámos numa área de serviço para tentar resolver o problema, mas não conseguimos, optando por fazer os 140 km com o carro a falhar. Apesar disso ainda conseguimos terminar na 4ª posição. Na paragem do dia, a assistência decifrou o problema e partimos esperançados para o segundo setor. No entanto, logo ao quilómetro oito, o motor calou-se. Depois da eletrónica foi um problema na cambota. Com o carro em condições normais, poderia ter disputado o 2º lugar com o Nuno Matos e o Pedro Grancha”, concluiu Hélder Oliveira.

 

Alexandre Franco e Rui Franco estrearam-se entre os T1, com um estupendo quarto lugar, à frente do primeiro duas rodas motrizes, o Depieres pilotado por Pedro Ferreira, acompanhado por Valter Cardoso e do primeiro T8, da equipa Alexandre Mota / Luís Martins. Os T2 foram dominados por Eduardo Mota e Manuel Porém, os sétimos colocados de um total de 11, cuja lista foi completada por Luis Ferreira/Pedro Colaço, Avelino Reis/Filipe Martins, Filipe Carvalho/Maria Carvalho e Daniel Pereira / Filipe Salgueiro.

 

_VMO1159Nota positiva para a organização do GAS SPORT, que corrigiu os erros do passado e conseguiu montar uma prova interessante e segura. Pena o número de inscritos não ter sido um pouco maior, mas  é a primeira prova do CNTT e ainda nem se sabe como vai ser o campeonato.

 

Classificação final da Baja TT Rota do Douro

1º           M. Barbosa/M. Ramalho                             Mitsubishi Racing Lancer             4h31m24s

2º           N. Matos/F. Serra                                          Opel Mokka Proto                          a 6m58s

3º           P. Grancha/P. Velosa                                    BMW Evo X1                                     a 11m00s

4º           A. Franco. R. Franco                                      BMW Serie 1 Proto                        a 48m33s

5º           P. Ferreira/V. Cardoso                                 Depieres ZRM                                  a 50m49s

6º           A. Mota / L. Martins                                      Nissan Navara (T8)                         a 55m20s

7º           E. Mota / M. Porém                                      Nissan Pathfinder (T2)                  a 55m25s

8º           L. Ferreira / P. Colaço                                    Nissan Navara                            a 1h13m55s

9º           Avelino Reis / F. Martins                             Toyota RAV 4                              a 1h19m48s

10º         F. Carvalho / M. Carvalho                            Nissan Navara                            a 1h21m51s

11º         D. Pereira / F. Salgueiro                                               Nissan Navara                            a 1h29m22s

   
Categorias | Destaque, Portugal Motorsport, TT, TT-Noticias

Share Share